Deputados adiam decisão sobre audições e ida à Alemanha

A Comissão Parlamentar de Inquérito aos Programas de Aquisição de Equipamentos Militares adiou esta quarta-feira consensualmente para quinta-feira, às 14:00, a decisão sobre requerimentos pendentes.

Em causa, entre outras diligências, estão as audições ao atual secretário de Estado dos Assuntos Fiscais, o democrata-cristão Paulo Núncio, que foi advogado da empresa austríaca Steyr (comprada pela norte-americana General Dynamics), ao assessor do antigo ministro da Economia Álvaro Santos Pereira, Manuel Pinheiro, e ao ex-presidente da Empordef, José Manuel Morato, pedidas pelo PS.

Os socialistas querem ainda enviar uma delegação de parlamentares à Alemanha para tentarem o acesso aos processos judiciais em curso relativos a práticas de corrupção no âmbito da compra pelo Estado português de dois submarinos U-209 ao consórcio alemão GSC.

A comissão parlamentar de inquérito à aquisição de equipamentos militares (aeronaves EH-101, P-3 Orion, C-295, F-16, torpedos, submarinos U-209 e blindados Pandur II) por Portugal tem como prazo para terminar os seus trabalhos o dia 20 de setembro, tendo já sido prorrogado por uma vez, em virtude do período de férias.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG