Deputado do PSD diz que Dias Loureiro "não é exemplo para ninguém"

Duarte Marques, antigo líder da JSD e atual deputado do partido social democrata, diz que os elogios de Passos Coelho a Dias Loureiro foram "um caso infeliz".

Duarte Marques, deputado do PSD e antigo líder da Juventude Social Democrata, diz esta segunda-feira, em entrevista ao jornal i, que os envolvidos no caso BPN são "uma vergonha e um embaraço" para o partido. Confrontado com os elogios do primeiro-ministro a Dias Loureiro, afirmou que "O Dr. Dias Loureiro não é exemplo para ninguém" e realçou que a declaração de Passos Coelho foi "num contexto local, que ninguém que não estivesse lá pode compreender", e que foi "um caso infeliz".

Numa conversa em que se assume como "um combatente" contra a corrupção, Duarte Marques revela que tenta trazer à política aquilo que tem em si de mais autêntico. "Eu estudei para fazer política", sublinha. "Comecei a trabalhar com 16 anos. Sempre trabalhei enquanto andava a estudar. Desde ajudar um veterinário a vacinar cabras até trabalhar em casamentos e batizados a arrumar carros".

Garante que ninguém o mandou calar quando, na noite em que José Sócrates foi preso, escreveu nas redes sociais "Aleluia! A malta de Mação não perdoa", aludindo à naturalidade do juiz Carlos Alexandre, que é também a sua. Posteriormente, apagou os comentários, mas assume-os como um erro por ser genuíno. Diz que José Sócrates foi protegido por Pinto Monteiro, antigo Procurador-geral da República, sem "a mínima dúvida", mas afiança que neste momento a justiça é livre para trabalhar.

Questionado sobre o que falhou para existirem, em Portugal, tantas personalidades de relevo a contas com a justiça, remete a explicação para as elites portuguesas, que não são melhores do que o resto das pessoas. "O país tinha elites podres e com pés de barro que não cumpriram com as suas responsabilidades. Ricardo Salgado achava que Passos Coelho o ia proteger porque toda a gente o protegeu sempre", resume. "Tenho muita honra que seja no mandato deste governo que isto esteja a ser descoberto e combatido".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG