Consumidores pedem faturas em nome de Passos Coelho

Já são muitos os consumidores que, como forma de protesto, pedem faturas em nome e com o Número de Identificação Fiscal (NIF) de Passos Coelho. O semanário Sol garante que o NIF pertence mesmo ao primeiro-ministro e o Correio da Manhã fala mesmo em milhares de faturas. A TSF avança que os dados de Vítor Gaspar também estão a ser partilhados na Internet. O caso pode vir a ser investigado pelas Finanças.

Segundo o semanário Sol e o diário Correio da Manhã os dados de Passos Coelho estão a circular através de email e SMS, uma situação que é do conhecimento das autoridades.

Ao Sol, o Sindicato dos Trabalhadores do Impostos confirma que tem conhecimento desta situação há pelo menos 15 dias e alerta para os riscos de fraudes destas novas medidas.

"O comerciantes põe o NIF que lhe é dado pelo consumidor final e não tem competência para fiscalizar se o número pertence de fato àquela pessoa", explicou ao Sol Amândio Alves, dirigente do sindicato.

O dirigente sindical explicou ainda que a continuar o protesto, e as faturas em nome do primeiro-ministro a aumentarem, é provável que no final do ano Passos Coelho tenha faturas de valor superior aos rendimentos o que será alvo de uma investigação por parte do Fisco por rendimentos não declarados.

A maioria das faturas relativas ao mês de janeiro devem dar entrada nos serviços do Fisco até ao dia 25 de fevereiro.

Exclusivos

Premium

Contratos públicos

Empresa que contratava médicos para prisões não pagou e sumiu

O Estado adjudicou à Corevalue Healthcare Solutions, Lda. o recrutamento de médicos, enfermeiros, psicólogos e auxiliares para as prisões. A empresa recrutou, não pagou e está incontactável. Em Lisboa há mais de 30 profissionais nesta situação e 40 mil euros por pagar. A Direção dos Serviços Prisionais diz nada poder fazer.