Conselho de Ministros aprecia promoções de militares

O ministro da Defesa apresenta quinta-feira, em Conselho de Ministros, uma "proposta para revogar" a norma de congelamento das promoções nas Forças Armadas já para este ano.

A informação foi dada esta quarta-feira pelo secretário de Estado da Defesa à Associação Nacional de Sargentos (ANS), numa audiência destinada a informar e a receber contributos associativos sobre a questão das promoções nas fileiras, disse ao DN o sargento-chefe Lima Coelho.

O presidente da ANS adiantou que a medida, "se for aprovada" em Conselho de Ministros e de acordo com as informações dadas pelo secretário de Estado Paulo Braga Lino, fará parte do orçamento retificativo para este ano (a discutir na próxima semana pelo Parlamento).

O problema, segundo Lima Coelho, será "como operacionalizar" o desbloqueamento das promoções - que também foi o tema da audiência de Paulo Braga Lino com a Associação de Praças.

"Como vão ser feitas as promoções? Quantos vão ser os militares promovidos? Qual o universo e como" defini-lo, interrogou-se ainda Lima Coelho.

As promoções a realizar ainda este ano, segundo tem afirmado a tutela, não poderão ter qualquer acréscimo de despesa, o que exige mudanças internas nas Forças Armadas que permitam realocar verbas para aquele efeito.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG