Concentração de sargentos a 12 de novembro

A Associação Nacional de Sargentos (ANS) anunciou esta segunda-feira que vai realizar, a 12 de novembro, uma concentração junto ao Parlamento para protestar contra o secretismo com que estão a ser feitas alterações a diplomas do setor.

Em causa estão "alterações ao Estatuto dos Militares, à Lei de Bases Gerais do Estatuto da Condição Militar e a outros diplomas estruturantes na caracterização da nossa missão de serviço à Pátria", informou a ANS, na véspera da apresentação do Orçamento de Estado para 2014.

"Face ao silêncio ou aos boatos, teremos de reforçar a vigilância e o combate. Não ficaremos a assistir impávidos à desvalorização dos sargentos de Portugal, à descaracterização da condição militar e ao desmantelamento das Forças Armadas".

A marcação do novo protesto público da ANS surge na sequência de um encontro realizado quinta-feira, na Casa do Alentejo (Lisboa), onde foram abordadas questões relativas aos cortes orçamentais.

As alterações em preparação nos diplomas relativos à estrutura superior da Defesa e das Forças Armadas enquadra-se na chamada "reforma 2020", que engloba redução de efetivos, concentração de unidades militares, alienação de infra-estruturas, fim das duplicações entre Ministério e Estado-Maior General ou o reforço dos poderes do principal chefe militar face aos comandantes dos ramos.

Já aprovadas, entre outras medidas, foram o alargamento, em um ano, do tempo de permanência nos postos ou o aumento das contribuições dos efetivos para o regime de Assistência na Doença dos Militares (ADM).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG