"Com a sociedade preparada, sou a favor da adoção gay"

Em entrevista ao DN, o presidente da JSD, que propôs o referendo à adoção e coadoção por casais homossexuais, rejeita as acusações de discriminação e nega ter recebido indicações da direção de Passos Coelho.

Hugo Soares, deputado do PSD e primeiro proponente do referendo nacional à adoção e coadoção por casais do mesmo sexo, revelou ao DN: "Se a sociedade estiver preparada para não segregar e para aceitar as diferenças, eu tendo evidentemente a ser a favor."

O líder da JSD, alvo de muitos ataques nos últimos tempos, recusa que o associem - ou à jota - a posições "conservadoras" ou "discriminatórias" e frisa que a ideia de consulta popular assenta apenas na necessidade de "ouvir a sociedade civil".

Entre renovadas críticas aos argumentos do CDS e a defesa de que foi a 'jota' a ter a iniciativa de referendo - nega a interferência da direção de Passos Coelho -, o deputado de 30 anos justifica ainda a disciplina de voto na bancada 'laranja' e analisa a demissão de Teresa Leal Coelho.

Leia mais no e-paper do Diário de Notícias

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG