Cidadãos vão poder fazer propostas para o Orçamento do Estado

Programa do PS transpõe para o Orçamento do Estado prática de orçamento participativo já usada nas autarquias locais.

O que António Costa aprendeu na Câmara Municipal de Lisboa está a levar para o programa com que o PS se apresentará nas próximas eleições legislativas.

Exemplo: os orçamentos participativos - ou seja, orçamentos em que os cidadãos podem fazer propostas, depois eventualmente adotadas.

O "projeto de programa eleitoral do PS", aprovado anteontem à noite por unanimidade na Comissão Política Nacional do partido, prevê que a mesma lógica seja agora transplantada para a elaboração dos Orçamentos do Estado.

Leia mais na edição impressa ou no e-paper do DN

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG