CDS-PP marca XXV Congresso para 6 e 7 de julho

O CDS-PP marcou hoje o XXV Congresso para os dias 06 e 07 de julho, com a entrega de moções globais de estratégia até 17 de junho, anunciou o porta-voz do partido, João Almeida.

As datas do congresso, em local ainda a comunicar, foram aprovadas pelo Conselho Nacional do CDS-PP, que se reuniu hoje, em Lisboa, sem que o presidente do partido e ministro de Estado e dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, tenha dito se é candidato à liderança.

O XXV Congresso será eletivo da liderança, já que, no último congresso, foi decidido o fim das eleições diretas.

O porta-voz do CDS-PP comunicou ainda a aprovação de um regulamento financeiro que corta em "cerca de 50% o financiamento das campanhas do CDS" e que começará a ser aplicado nas eleições autárquicas.

"Não tendo ficado na lei o corte de 50% nas campanhas eleitorais, o CDS vai aplicá-lo e apela a todos os candidatos que nestas eleições autárquicas não gastem o dinheiro que os portugueses não têm", declarou.

"É essencial que os partidos, num momento tão difícil, deem um exemplo de contenção nos meios que aplicam nas suas campanhas eleitorais", sublinhou.

A aprovação do regulamento financeiro já tinha sido comunicada aos jornalistas pelo líder da bancada parlamentar, Nuno Magalhães, que também informou da aprovação de cerca de 40 acordos de coligação para as autárquicas.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG