Cavaco sublinha importância da coesão nacional

O Presidente da República sublinhou hoje a importância da coesão nacional e da união em "tempos difíceis", apontando os açorianos como exemplo pela forma como enfrentam as dificuldades.

"A coesão nacional é um bem precioso de Portugal em particular nestes tempos difíceis que nós atravessamos. Estes tempos são de dificuldades e devem ser tempos de coesão, não tempos de divisão ou de querelas estéreis", afirmou hoje o chefe de Estado, Aníbal Cavaco Silva, numa declaração de "saudação" aos açorianos à chegada à ilha de Santa Maria, uma das chamadas "ilhas da coesão".

Sublinhando que nunca "Portugal precisou tanto de afirmar o espírito de união dos portugueses de forma a enfrentar os desafios bem complexos que tem à sua frente", Cavaco Silva recordou que os açorianos conhecem bem o valor estratégico e a importância da coesão, "de trabalhar em conjunto para realizarem objetivos que são comuns".

No arranque de uma visita de cinco dias ao arquipélago dos Açores, Cavaco Silva não deixou de sublinhar as "belezas naturais" das nove ilhas da região autónoma, mas destacou igualmente a beleza que está também na "alma" dos açorianos.

"A beleza está também nos espírito com que os açorianos enfrentam as adversidades, as adversidades da terra, as adversidades da vida e, dessa forma, os açorianos são um exemplo por esse seu espírito de enfrentar adversidades que devemos apresentar ao país nestes tempos difíceis que nós vivemos", sustentou.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG