Cavaco Silva recusa comentar 'caso das Secretas'

O Presidente da República recusou hoje comentar o 'caso das Secretas', considerando que "os dirigentes políticos não se devem pronunciar" sobre essa matéria por estar a ser investigada pelo Ministério Público.

"É uma matéria que está a ser objeto de investigação por parte do Ministério Público e enquanto se desenvolve uma investigação dessa natureza entendo que os dirigentes políticos não devem pronunciar-se", afirmou Cavaco Silva, em Matosinhos, depois de visitar o Fórum do Mar, a decorrer na Exponor.

Na segunda-feira, o Ministério Público acusou três arguidos do denominado "caso das secretas" pelos crimes de acesso ilegítimo agravado, abuso de poder, violação do segredo de Estado e corrupção passiva e ativa para ato ilícito.

A acusação do Ministério Público ocorre depois de, a 26 de abril, terem sido interrogados no DIAP de Lisboa o presidente da Ongoing, Nuno Vasconcellos, e o ex-administrador da empresa e ex-diretor Sistema de Informações Estratégicas e de Defesa (SIED) Jorge Silva Carvalho, por suspeita de ilícitos criminais relacionados com acesso ilegítimo a dados pessoais do jornalista Nuno Simas.

O jornal Público noticiou na quinta-feira que o ex-diretor Sistema de Informações Estratégicas e de Defesa (SIED) Jorge Silva Carvalho, "algum tempo depois das eleições legislativas de 2011", quando era já quadro da empresa Ongoing, "enviou, por correio eletrónico, ao ministro dos Assuntos Parlamentares, Miguel Relvas, um relatório detalhado com um plano para reformar os serviços de informação", propondo para diretores do SIS (Serviço de Informações de Segurança) e do SIED "funcionários da sua confiança e apontando ainda os nomes daqueles que não deveriam assumir cargos dirigentes".

Miguel Relvas, numa resposta ao escrita ao Público, afirmou: "Sobre este caso em particular não tenho ideia de ter recebido qualquer informação particular, e disso não resultou qualquer interação da minha parte". O ministro nega também ter acompanhado "direta ou indiretamente as matérias sobre os serviços de informação".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG