Cavaco recebido com protesto em Famalicão

O Presidente da República foi hoje de manhã recebido com protestos, em Lousado, Vila Nova de Famalicão, por mais de meia centena de manifestantes que exigiam a Cavaco Silva a "demissão imediata" do Governo.

No Minho, onde se deslocou para a inauguração das novas instalações da fábrica alemã Leica, Cavaco Silva tinha à espera um grupo de sindicalistas, afetos à CGTP, que envergavam cartazes com apelos à demissão do Governo por "razoes de saúde pública".

Em declarações à agência Lusa, o presidente da União de Sindicatos de Braga, Joaquim Daniel, explicou que "está na hora dele [Cavaco Silva] fazer aquilo para que foi eleito e acabar com este Governo que só tem atacado os trabalhadores".

As instalações hoje inauguradas por Cavaco Silva representam um investimento de 22,5 milhões de euros da marca alemã, em Portugal desde a década de 70, que além de máquinas fotográficas produz equipamentos ópidos.

Esta nova unidade fabril ocupa uma área de 52 mil metros quadrados, dos quais 13,6 mil metros quadrados são para a área de produção.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG