Carlos César apoia abstenção do PS

O presidente do governo regional dos Açores, Carlos César, manifestou hoje o apoio à abstenção socialista na votação do Orçamento do Estado, na quarta-feira, referindo as responsabilidades do PS na governação do país.

"Acho bem que o PS, tendo estado associado à governação nestes últimos anos e à negociação da assistência financeira ao país, assuma também uma parte das responsabilidades em relação ao presente e à salvaguarda do cumprimento das nossas obrigações perante o exterior", disse. Carlos César, que falava aos jornalistas no final de um encontro com o ministro dos Negócios Estrangeiros, Paulo Portas, lembrou também a importância histórica do PS para justificar a abstenção.

"Não me pareceria razoável que um partido com as responsabilidades históricas do PS pudesse opor-se nestas circunstâncias à possibilidade de contribuir para a imagem externa do país", referiu. A proposta de lei de Orçamento do Estado para 2012 foi aprovada quarta-feira em votação final global com os votos favoráveis da maioria PSD/CDS-PP e com a abstenção do PS.

Os restantes partidos da oposição, PCP, BE e PEV, votaram contra a proposta de Orçamento do Estado para 2012, repetindo-se assim a votação que tinha sido registada na generalidade.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG