Capucho disponível para integrar listas de Marco Almeida

O antigo dirigente do PSD António Capucho admitiu hoje entrar nas listas do candidato independente à Câmara de Sintra, Marco Almeida, mesmo reconhecendo que pode ser alvo de um processo disciplinar do partido.

"Sou apoiante de Marco Almeida ao nível que ele entender. Estou a abrir portas [para entrar nas listas] porque estou mesmo empenhado no sucesso desta candidatura", disse António Capucho à agência Lusa.

O também ex-conselheiro de Estado e militante do PSD há 38 anos falava após ter participado numa iniciativa de campanha do atual vice-presidente da Câmara de Sintra, que entrou em rutura com o PSD depois de o partido ter preterido a sua candidatura em prol da de Pedro Pinto.

António Capucho admitiu que pode ser alvo de um processo disciplinar para cessar a sua inscrição no partido - conforme está previsto nos estatutos do PSD - por apoiar uma candidatura "adversa" ao partido.

"Que o façam, estou aqui para ver. Havia de ser engraçado moverem-me um processo disciplinar, mas estou convencido que não vai acontecer porque não têm coragem para isso", desafiou.

Descontente com a atual liderança do PSD, António Capucho concluiu que apesar disso ainda acredita na regeneração do partido.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG