Campanha de Seguro congratula-se por debates

A candidatura de António José Seguro às primárias do PS congratulou-se hoje por "finalmente" haver um acordo para os debates televisivos com António Costa, mas advoga que o entendimento é o "possível" e não o "ideal".

"Congratulamo-nos que finalmente tenha sido possível alcançar um acordo quanto aos três debates previstos no regulamento no âmbito da campanha para as primárias. É o acordo possível, não é o acordo ideal", disse João Proença, diretor de campanha de Seguro nas primárias para a escolha do candidato do PS a primeiro-ministro.

Os debates televisivos entre os dois candidatos às primárias do PS, António José Seguro e António Costa, vão realizar-se nos dias 09, 10 e 23 de setembro, segundo fonte da comissão eleitoral do sufrágio.

A candidatura do secretário-geral do PS esperava diferenças em dois aspetos: na duração dos debates, que será de 35 minutos e não de 45 como desejava Seguro, e nas datas, com a candidatura a defender um primeiro debate logo no começo de setembro e a demonstrar "repúdio" pela tentativa de fixar 05 de setembro como data para o primeiro debate.

"Nunca ocorreu no partido, no mesmo dia em que estão a decorrer as eleições nas federações, haver um debate entre dois candidatos. É evidente que são coisas diferentes, mas nós respeitamos a autonomia das federações, respeitamos o direito a todos os militantes assistirem ao debate entre dois candidatos", sublinhou João Proença aos jornalistas.

Sobre o papel da comissão eleitoral, Proença diz que esta procurou "promover o consenso", mas a candidatura de António Costa, diz o diretor de campanha de Seguro, demonstrou "total indisponibilidade de 01 a 04 de setembro" para aí decorrer o primeiro debate na televisão.

O regulamento das primárias define que, "sem prejuízo de quaisquer iniciativas de debate que venham a ser livremente acordadas pelas candidaturas, a Comissão Eleitoral assegura junto dos meios de comunicação nacional a realização de, pelo menos, três debates públicos televisivos entre os candidatos, durante o período destinado à campanha eleitoral".

Nos últimos dias, as duas candidaturas têm trocado críticas mútuas sobre a marcação dos debates, sobretudo em relação à primeira data: na quinta-feira, a candidatura de António Costa disse ter aceitado a proposta da comissão eleitoral para debates a 05, 09 e 23 de setembro mas a candidatura de António José Seguro contrapôs a data de 08 de setembro para o primeiro debate, uma vez que a 05 e 06 de setembro decorrem eleições para as federações do PS.

António José Seguro e António Costa disputam a 28 de setembro eleições primárias para escolher o candidato do PS a primeiro-ministro.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG