BE desafia PS para Governo de Esquerda

O BE desafiou o PS para romper com o memorando e a formar uma "aliança social e política ampla" e um Governo de esquerda, "com socialistas, comunistas, bloquistas e independentes", apelando também a "disponibilidade do PCP nesta matéria".

Na apresentação da moção de estratégia que a direção vai apresentar à proxima convenção do Bloco, João Semedo lançou o repto: "Deixamos claro que a alternativa de um Governo de esquerda se constrói com uma base muito simples: romper com o memorando da troika. É este o desafio que lançamos ao PS."

Questionado sobre a posição de António José Seguro em manter-se fiel aos compromissos assumidos, Semedo admitiu que "o BE não pode obrigar o PS a fazer o que não". Mas lembrou que "é cada vez maior o numero de socialistas com vontade de romper com o memorando". "A troika é a fronteira entre a direita e a esquerda", concluiu.