Autarcas da maioria nomeados para a administração

O Governo anunciou hoje que está fechada a equipa de administradores da empresa Águas de Portugal (AdP) com a entrada de dois autarcas, um financeiro do Citigroup e o presidente da Águas de Aveiro.

Os quatro elementos juntam-se a Afonso Lobato de Faria que já tinha sido anunciado no início de dezembro como novo presidente da empresa pública.

Os dois autarcas que integram a nova equipa são Manuel Frexes, presidente da Câmara do Fundão e líder dos Autarcas Social-Democratas (ASD), e Álvaro Castello-Branco (CDS-PP), vice-presidente da Câmara do Porto e presidente da empresa municipal de águas.

Em comunicado divulgado hoje, o Ministério da Agricultura, Mar, Ambiente e Ordenamento do Território (MAMAOT) afirma que espera de ambos "um forte contributo, na medida em que o relacionamento com os municípios será determinante para o bom sucesso da reestruturação nas águas".

Segundo o mesmo comunicado, Manuel Frexes levará para a empresa "a sensibilidade das autarquias, nomeadamente as do interior (com dívidas acumuladas à AdP)". Em complemento, Álvaro Castello-Branco transporta "a visão de um grande município do litoral".

Um dos outros elementos da equipa será Manuel Fernandes Thomaz, atual presidente executivo da Águas da Região de Aveiro, com "um profundo conhecimento do setor e da própria empresa". Integra a equipa, com as funções de diretor financeiro, Gonçalo Martins Barata, "que conta com 18 anos de experiência no Citigroup, na área de financiamento a empresas", acrescenta o comunicado.

O novo presidente da AdP, Afonso Lobato de Faria, era diretor da Efacec Ambiente desde 2009 e foi administrador da Oeinerge (Agência Municipal de Ambiente e Energia de Oeiras).

O Governo ambiciona alcançar a "reestruturação financeira da empresa e a sustentabilidade do próprio setor das águas" com a nova equipa, que "conjuga diferentes experiências profissionais e diferentes gerações", conclui o comunicado do ministério.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG