Aumento das taxas moderadoras só se aplica a partir de Janeiro

O ministro da Saúde anunciou hoje que o aumento das taxas moderadoras só se vai aplicar a partir de Janeiro e revelou que as isenções aprovadas pelo Governo permitem beneficiar mais um milhão de novos utentes.

"Os cálculos apontam para que haja pelo menos mais um milhão de pessoas isentas por via da condição de recursos", declarou Paulo Macedo, num debate no Parlamento.

Para o ministro, esta é uma demonstração de que "o Governo cuida dos mais carenciados".

Durante a interpelação do Governo a pedido do PCP, a deputada comunista Paula Santos disse que o Ministério se preparava para "aumentar brutalmente as taxas moderadoras a partir de Dezembro para em Janeiro aumentar novamente".

Em resposta, Paulo Macedo adiantou que as novas tabelas são para aplicar a partir de Janeiro e para vigorar durante todo o ano de 2012.

Mas, apesar das insistências dos deputados da oposição, o ministro nada disse sobre os novos valores que serão cobrados.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG