Atual modelo de Forças Armadas não é sustentável

O ministro da Defesa Nacional reiterou hoje que o atual modelo de Forças Armadas não é sustentável e que essa é uma preocupação comum nos países ocidentais, garantindo também ter "absoluto respeito" pelas associações militares.

Numa audição na comissão parlamentar de Defesa sobre a situação das Forças Armadas e os Estaleiros Navais de Viana do Castelo (ENVC), José Pedro Aguiar-Branco rejeitou ainda que exista qualquer "instabilidade" na instituição militar devido ao discurso que fez em fevereiro num almoço da revista Segurança e Defesa.

Neste contexto, o governante citou declarações públicas do chefe do Estado-Maior General das Forças Armadas (CEMGFA) e do chefe do Estado-Maior do Exército (CEME), que disseram existir "dificuldades que serão ultrapassadas com espírito de coesão", tal como a ausência de promoções.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG