"Até Cavaco reconheceu que teríamos de crescer a um ritmo impensável para pagar a dívida"

Em entrevista ao DN, José Vera Jardim, subscritor do Manifesto dos 74, pede ao PS que insistema no tema, mas recusa a saída "unilateral" proposta pelo PCP.

O ex-ministro da Justiça de António Guterres entende que "o Parlamento é o local apropriado" para que o tema da dívida seja discutido e assinala que "o próprio Presidente da República já veio dizer que teríamos de conseguir um ritmo impensável de crescimento, durante 20 anos ou mais, para conseguirmos resolver esse problema".

Seja como for, frisa ser "contra decisões unilaterais", como a proposta pelo PCP, e defende que qualquer solução tem de ser negociada e emanada à escala comunitária.

Leia mais pormenores no e-paper do DN

Exclusivos

Premium

EUA

Elizabeth Warren tem um plano

Donald Trump continua com níveis baixos de aprovação nacional, mas capacidade muito elevada de manter a fidelidade republicana. A oportunidade para travar a reeleição do mais bizarro presidente que a história recente da América revelou existe: entre 55% e 60% dos eleitores garantem que Trump não merece segundo mandato. A chave está em saber se os democratas vão ser capazes de mobilizar para as urnas essa maioria anti-Trump que, para já, é só virtual. Em tempos normais, o centrismo experiente de Joe Biden seria a escolha mais avisada. Mas os EUA não vivem tempos normais. Kennedy apontou para a Lua e alimentava o "sonho americano". Obama oferecia a garantia de que ainda era possível acreditar nisso (yes we can). Elizabeth Warren pode não ter ambições tão inspiradoras - mas tem um plano. E esse plano da senadora corajosa e frontal do Massachusetts pode mesmo ser a maior ameaça a Donald Trump.