Aprovado levantamento da imunidade de Glória Araújo

O Parlamento aprovou hoje por unanimidade o parecer da comissão parlamentar de Ética para a deputada Glória Araújo responder no processo de que é alvo por ter sido detida a conduzir com uma taxa de 2,4 gramas de álcool.

A aprovação do parecer em plenário seguiu-se à aprovação do parecer na comissão para a Ética, a Cidadania e a Comunicação, nesta semana, depois de o Ministério Público ter solicitado à Assembleia da República o levantamento da imunidade parlamentar de Glória Araújo (PS).

Glória Araújo foi detida numa operação stop, na madrugada de 05 de janeiro, em Lisboa, depois de ter acusado 2,4 gramas de álcool por litro de sangue, um valor que prefigura crime.

O Código da Estrada estipula os 1,2 gramas de álcool por litro de sangue como valor a partir do qual a condução é considerada crime.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG