Incompatibilidade? Manuel Pizarro garante dissolução de empresa da qual é sócio-gerente

Ministro da Saúde tomou posse numa altura em que mantinha um empresa de serviços de consultadoria em Saúde.

DN
Manuel Pizarro© RODRIGO ANTUNES/LUSA

Em nota enviada pelo seu gabinete à comunicação social, Manuel Pizarro diz ter já dado início ao processo de dissolução da empresa "Manuel Pizarro - Consultadoria, Lda", da qual é o único sócio-gerente.

O ministro da Saúde refere Ciente estar "ciente de que o exercício de funções como Ministro é incompatível com a integração em corpos sociais de pessoas coletivas de fins lucrativos" e acrecenta que o processo de dissolução da empresa "não se encontra ainda concluído por ser necessário proceder à venda de um ativo da empresa, um imóvel de 38 m2, localizado no Porto".

A escritura da venda do imóvel em causa estará marcada "para os primeiros dias de outubro", segundo a nota enviada à comunicação social, em reação a uma reportagem emitida pela CNN Portugal que dava nota da situação de incompatibilidade em que Pizarro se encontraria.

O gabinete do ministro da Saúde informa ainda que Manuel Pizarro apresentará a declaração única de rendimentos, património, interesses, incompatibilidades e impedimentos dentro do prazo previsto, até 60 dias após a tomada de posse no governo.