Atualização extraordinária das pensões em vigor a partir de sexta-feira

O aumento extraordinário deverá chegar a cerca de dois milhões de pensionistas e terá um custo da ordem dos 200 milhões de euros.

DN/Lusa
© D.R

O diploma que define e regulamenta o pagamento extraordinário de 10 euros a pensionistas até 1.108 euros (2,5 vezes o valor do indexante dos apoios sociais) foi esta quinta-feira publicado, entrando em vigor na sexta-feira.

Esta atualização extraordinária de 10 euros por pensionista, à qual é deduzida o valor da atualização anual das pensões verificado em 1 de janeiro de 2022, estava prevista no Orçamento do Estado para 2022 (OE2022), definindo o decreto regulamentar publicado em Diário da República (DR) as regras dessa atualização.

O aumento extraordinário deverá chegar a cerca de dois milhões de pensionistas e terá um custo da ordem dos 200 milhões de euros, de acordo com estimativas do Governo.

Em 2021, o aumento extraordinário foi pago aos pensionistas que recebem até 658 euros (1,5 indexante dos apoios sociais - IAS).

O diploma publicado foi promulgado na terça-feira pelo Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, depois de ter sido aprovado em Conselho de Ministros em 30 de junho.

Na quarta-feira, no debate da moção de censura do Chega ao Governo, o primeiro-ministro, António Costa, anunciou que na sexta-feira seriam pagos os aumentos extraordinários de pensões previstos no Orçamento do Estado para 2022.