Marco António Costa (PSD): "Demissão do ministro resolve um problema ao Governo"

Deputado do PSD elogia comportamento de Azeredo Lopes em relação à Assembleia da República, visa o executivo de António Costa e mostra preocupação quanto ao paradeiro ainda de algumas armas

O deputado do PSD Marco António Costa reagiu, em declarações à SIC Notícias, à saída de Azeredo Lopes do cargo de Ministro da Defesa Nacional. "Este é um tempo bastante preocupante quanto às nossas forças armadas, é necessária uma atitude de estabilidade institucional. Este é um momento que tem sido doloroso para a imagem das forças armadas, constituída por homens e mulheres que dão o melhor de si próprios, é necessário um esclarecimento cabal de onde estão todas as armas, pois algumas podem estar em mãos erradas. Faço uma leitura de preocupação com este processo, porque não se sabe onde estão algumas armas, não se sabe o que levou ao furto. Sabemos uma parte do que é público quanto à devolução das armas. Quero dizer que o senhor ministro teve sempre uma atitude impecável com a Assembleia da República", disse.

E continuou: "Esta demissão resolve um problema ao Governo quanto à degradação da sua autoridade política junto das forças armadas aos olhos do país. Era preciso estancar esta sangria de autoridade. O senhor ministro sentiu a necessidade de tomar esta iniciativa devido a um conjunto de perguntas, dúvidas no ar. O que está em causa é uma tentativa extrema de o Governo de estancar esta sangria de autoridade política nas forças armadas aos olhos do país."

Exclusivos