Ribeiro e Castro e secretário-geral da UGT convidados da Universidade de Verão do PSD

O programa hoje divulgado inclui também a participação do comissário europeu Carlos Moedas, que vai falar sobre ciência e Europa

O ex-líder do CDS-PP Ribeiro e Castro e o secretário-geral da UGT Carlos Silva, do PS, são dois dos oradores da Universidade de Verão do PSD, de 03 a 09 de setembro, em Castelo de Vide, Portalegre.

O programa hoje divulgado inclui também a participação do comissário europeu Carlos Moedas, que vai falar sobre ciência e Europa, na universidade que reúne jovens do PSD e será encerrada pelo líder social-democrata, Rui Rio.

Ao longo de sete dias, vão passar pela iniciativa três vice-presidentes do partido, Nuno Morais Sarmento, que falará sobre social-democracia, David Justino e Salvador Malheiro, que abordará questões energéticas, além do eurodeputado Paulo Rangel, que vai responder à pergunta "O que se passa com a Europa?".

A ex-dirigente e atual presidente da Fundação Champalimaud Leonor Beleza é oradora de um dos jantares conferência, que também tem noites destinadas para António Murta, David Justino e Carlos Silva.

Esta é a 16.ª edição da Universidade de Verão, um dos palcos das intervenções do presidente do PSD, que este fará na Festa do Pontal, no Algarve, o seu habitual discurso de "rentrée".

No ano passado, um dos principais convidados foi o ex-Presidente da República Cavaco Silva, recebido em Castelo de Vida pelo então líder do partido, Pedro Passos Coelho.

Ler mais

Exclusivos

Premium

nuno camarneiro

Uma aldeia no centro da cidade

Os vizinhos conhecem-se pelos nomes, cultivam hortas e jardins comunitários, trocam móveis a que já não dão uso, organizam almoços, jogos de futebol e até magustos, como aconteceu no sábado passado. Não estou a descrever uma aldeia do Minho ou da Beira Baixa, tampouco uma comunidade hippie perdida na serra da Lousã, tudo isto acontece em plena Lisboa, numa rua com escadinhas que pertence ao Bairro dos Anjos.

Premium

Rui Pedro Tendinha

O João. Outra vez, o João Salaviza...

Foi neste fim de semana. Um fim de semana em que o cinema português foi notícia e ninguém reparou. Entre ex-presidentes de futebol a serem presos e desmentidos de fake news, parece que a vitória de Chuva É Cantoria na Aldeia dos Mortos, de Renée Nader Messora e João Salaviza, no Festival do Rio, e o anúncio da nomeação de Diamantino, de Daniel Schmidt e Gabriel Abrantes, nos European Film Awards, não deixou o espaço mediático curioso.