PS acusa Rio de ausência de propostas e espera contributo do PSD para o Orçamento

Maria Antónia Almeida Santos reagiu ao discurso de Rui Rio no pontal

A porta-voz do PS acusou este sábado o presidente do PSD, Rui Rio, de "total ausência de propostas para o país" e afirmou esperar que os sociais-democratas venham a "contribuir para um bom Orçamento do Estado" para 2019.

Maria Antónia Almeida Santos falava em declarações aos jornalistas, na sede nacional do PS, em Lisboa, em reação ao discurso do presidente do PSD, Rui Rio, hoje à tarde, na Festa do Pontal, em Loulé, no Algarve.

"O que realça da intervenção que hoje fez no convívio do PSD é a total ausência de propostas para o país. Para quem diz que coloca Portugal à frente do seu próprio partido, a intervenção que hoje fez é a completa antítese desse princípio", considerou.

A porta-voz da Comissão Permanente do PS sustentou que "a principal preocupação do doutor Rui Rio é ainda ganhar o seu próprio partido", e que por isso "o cerne do seu discurso foi virado para dentro, para as questões internas", ressalvando: "Obviamente que esse assunto não nos merece nenhum comentário".

"Depois da desilusão de hoje e da total ausência, repito, de propostas, esperamos sinceramente que o PSD inverta este vazio de ideias, de propostas, e que possa a breve prazo contribuir para um bom Orçamento do Estado para o próximo ano", acrescentou.

Em resposta a questões dos jornalistas, a deputada e dirigente nacional socialista insistiu neste ponto: "Foi evidente que, de facto, [Rui Rio] está ainda virado para dentro. Faço votos para que o PSD possa vir a debate já agora no próximo Orçamento do Estado e possa contribuir de forma substancial para melhorarmos ainda mais o cenário em que nos movemos todos neste país e com tão bons resultados que temos conseguido até agora, que são para continuar".

Ler mais