Pedro Duarte defende nova liderança no PSD "quanto antes"

Antigo líder da JSD defende, em entrevista à TSF e Dinheiro Vivo, que a saída de Rui Rio da liderança do partido deve acontecer "quanto antes". Mas admite que pode não ser ele o protagonista de uma nova fase da vida do PSD

Pedro Duarte volta a fazer oposição ao atual presidente do PSD e a posicionar-se para uma luta pela liderança do partido, embora admita recuar na intenção de se candidatar caso apareça um candidato mais forte.

"É a bem do país, não estou a pensar no interesse do PSD nem nas consequências eleitorais disso, eu acho que o país precisa de uma alternativa e precisa de alguém que na política comece a falar de coisas diferentes, que digam respeito à vida das pessoas, hoje em dia e para o futuro", defendeu Pedro Duarte no programa "A Vida do Dinheiro".

Questionado sobre se a mudança deverá ocorrer antes das eleições legislativas do próximo ano, o antigo líder da JSD garante que "quanto antes melhor".

"Acho que o país precisa de uma alternativa e precisa de alguém que na política comece a falar de coisas diferentes"

Pedro Duarte manifestou-se disponível para uma candidatura à liderança do PSD numa entrevista ao Expresso, no início de agosto, e no passado fim de semana lançou um manifesto - Manifesto X - com as ideias e os princípios que defende para o país. E que admitiu ao DN vir a servir de base para uma moção de candidatura à liderança do partido.

Na entrevista à TSF e Dinheiro Vivo, porém, admite recuar nesta intenção se a ideia que defende para o país for promovida por "protagonistas com capacidade" para executá-la. "Há um lado de mim, mais pessoal, mais individualista, que dará imediatamente um passo atrás, porque eu não tenho nenhuma missão pessoal de desempenhar uma determinada função política", assegurou Pedro Duarte.

Exclusivos