Militar sofre ferimentos ligeiros na República Centro-Africana

Operação com apoio aéreo destinava-se a libertar zonas da cidade de Bambari ocupadas por grupos armados.

Um primeiro-sargento paraquedista sofreu esta quarta-feira ferimentos ligeiros num braço após ser atingido por uma bala durante uma operação em Bambari, na República Centro-Africana (RCA).

Segundo o Estado-Maior General das Forças Armadas (EMGFA), o militar foi evacuado e observado pelos médicos da força, estando em situação estável.

Apesar de o ferimento não inspirar cuidados, o sargento paraquedista será evacuado para Bangui "na primeira oportunidade" a fim de lhe ser feita uma observação mais diferenciada, precisou o EMGFA,

O militar, já com experiência de outras missões externas, integra o quarto contingente das Forças Armadas ao serviço da ONU na RCA e foi ferido durante uma operação planeada - com apoio aéreo - destinada a libertar zonas de Bambari ocupadas por grupos armados.

A operação colocou quase uma centena de militares em ações de combate - durante cerca de três horas - direto ou indireto contra os membros do grupo armado e em que as viaturas da força portuguesa foram atingidas por várias balas, adiantaram fontes militares ao DN.

Exclusivos