É fácil saber onde deve votar e já não é preciso cartão de eleitor

Pela internet ou por SMS, qualquer cidadão pode obter rapidamente a informação da mesa de voto a que se deve dirigir nestas eleições para o Parlamento Europeu.

Não há grandes desculpas para não votar. Se não sabe a que mesa de voto deve dirigir-se para exercer o direito de voto e participar na escolha dos deputados portugueses que irão ter um mandato no Parlamento Europeu, é fácil obter essa informação.

A forma mais simples é entrar no site do recenseamento eleitoral (www.recenseamento.mai.gov.pt), dirigido pela secretaria-geral do Ministério da Administração Interna (MAI), e encontra um motor de pesquisa. Basta digitar o nome e a data de nascimento, ou em alternativa o número do cartão do cidadão e a data de nascimento, e obtém de imediato a informação sobre o local de voto, a morada e o número da mesa a que se deve dirigir.

A ligação na internet para encontrar a sua mesa de voto é esta: https://www.recenseamento.mai.gov.pt/nome.html

Um outro método disponibilizado é através de um pedido de informação por SMS. Deve ligar para 3838 (serviço gratuito), com mensagem "RE (espaço) número CC ou BI (espaço) data de nascimento (AAAAMMDD) -- ano mês dia, tudo junto", e receberá a informação que pretende. Até sexta-feira, cerca de 1,7 milhões de eleitores já tinha recorrido ao serviço de SMS gratuito 3838 para confirmarem o seu local de voto nas eleições para o Parlamento Europeu.

O MAI acrescenta que os eleitores podem ainda recorrer à aplicação MAI Mobile (na área "Saiba onde irá votar") ou à junta de freguesia.

Como o número de eleitor foi eliminado, também já não há necessidade de apresentar o cartão de eleitor. O MAI explica que "com a eliminação do número de eleitor, os cadernos eleitorais estão agora organizados por ordem alfabética e basta a apresentação, no momento da votação, do documento de identificação civil (cartão de cidadão (CC), bilhete de identidade (BI) ou outro documento oficial de identificação civil)".

Ler mais

Exclusivos