Cinco dias para Sócrates dizer se quer quadros apreendidos

O juiz Ivo Rosa autorizou a entrega de dez obras de arte a José Sócrates apreendidos no âmbito da Operação Marquês. O ex-primeiro ministro tem cinco dias para responder se quer ser o fiel depositário dos quadros.

A informação foi avançada esta quinta-feira pelo jornal Observador, referindo que esta é uma decisão de Ivo Rosa que consta do último despacho sobre a Operação Marquês, de 6 de novembro

Ivo Roda autoriza a entrega dos dez quadros, avaliados em 197 mil euros e apreendidos na fase de investigação, mas na condição de José Sócrates ser o fiel depositário. As obras de arte foram compradas por Carlos Santos Silva e apreendidas em 2014.

O ex-primeiro ministro, que sempre alegou que nem todos os quadros são seus, tem, agora cinco dias para decidir se as quer guardar.

Ler mais

Exclusivos