João Lourenço visita Portugal em novembro

Presidente angolano vai estar em visita oficial ao nosso país nos dias 23 e 24

O ministro das Relações Exteriores de Angola anunciou hoje oficialmente, em Luanda, que o Presidente angolano, João Lourenço, efetuará uma visita oficial a Portugal a 23 e 24 de novembro.

Manuel Augusto falava hoje à imprensa à margem do VII Conselho Consultivo do Ministério das Relações Exteriores, que decorre até terça-feira, sob o lema "As Oportunidades e Desafios no Futuro".

"Está confirmadíssima para 23 e 24 de novembro", referiu Manuel Augusto.

Sobre a visita do primeiro-ministro de Portugal, António Costa, o chefe da diplomacia angolana disse que a delegação portuguesa chega a 17 deste mês, feriado em Angola, pelo que será realizado, nesse dia, um programa informal.

"Já está aqui uma equipa de avanço neste momento a trabalhar. O senhor primeiro-ministro [António Costa] vai chegar no dia 17 e teremos um programa informal, porque é feriado. No dia 18 será o dia da visita", explicou o governante angolano.

Relativamente à hipótese da assinatura de um acordo de isenção de vistos, o ministro angolano negou essa possibilidade, salientando que Portugal, tal como a maior parte dos países europeus, pertence ao espaço Schengen e "não tem a capacidade de exercer a reciprocidade".

"Não podemos ter desvantagem para os cidadãos angolanos. Isentamos aqueles que nos podem isentar. E os países da União Europeia, os que fazem parte do Schengen, não têm essa capacidade, mas estamos a encontrar caminhos da facilitação de vistos para que, de facto, não haja obstáculos", frisou.

Recentemente, o responsável da diplomacia portuguesa, Augusto Santos Silva, disse que Costa se irá reunir com o chefe de Estado angolano, João Lourenço, salientando que a visita "terá uma componente económica muito importante, porque o relacionamento comercial e em termos de investimentos recíprocos de Portugal e de Angola é muito intenso".

Augusto Santos Silva referiu ainda, em Bruxelas, à margem da cimeira da NATO, que "Portugal e Angola irão também assinar o novo programa estratégico de cooperação", estando ainda previstos encontros do primeiro-ministro com a comunidade portuguesa em Luanda.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Almeida Moreira

Bolsonaro, curiosidade ou fúria

Perante um fenómeno que nos pareça ultrajante podemos ter uma de duas atitudes: ficar furiosos ou curiosos. Como a fúria é o menos produtivo dos sentimentos, optemos por experimentar curiosidade pela ascensão de Jair Bolsonaro, o candidato de extrema-direita do PSL em quem um em cada três eleitores brasileiros vota, segundo sondagem de segunda-feira do banco BTG Pactual e do Instituto FSB, apesar do seu passado (e presente) machista, xenófobo e homofóbico.

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.