Primeira mulher general é a nova diretora do Hospital das Forças Armadas

Regina Mateus tomou esta segunda-feira posse. Será a primeira mulher a assumir um cargo de oficial general nas Forças Armadas, mas promoção depende de vagas

Miguel Marujo
Regina Mateus será promovida a brigadeiro-general (uma estrela) e o posto máximo a que pode aspirar é o de major-general (duas estrelas)© Leonardo Negrão/Global Imagens

A coronel Regina Mateus tomou esta segunda-feira posse como diretora do Hospital das Forças Armadas (HFAR) e será a primeira mulher a assumir um cargo de Oficial General nas Forças Armadas, anunciou hoje o Estado-Maior.

A coronel Regina Mateus assumirá o cargo mantendo o posto atual e "há de ser promovida", sendo a primeira mulher oficial general nas Forças Armadas, disse à Lusa fonte do Estado-Maior General das Forças Armadas (EMGFA). A promoção depende de vagas na Força Aérea e de autorização do Governo.

Regina Mateus, médica, substituiu o brigadeiro-general António Lopes Tomé na direção do HFAR. O capitão-de-mar-e-guerra Manuel Ribeiro tomou posse como subdiretor do hospital, substituindo Luís Santos Carvalho.

A coronel Regina Mateus nasceu em 1966, em Maputo. Frequentou o curso de Medicina na Universidade de Coimbra, concluído em 1991. Entrou há 24 anos para a Força Aérea, sendo a mais antiga coronel das Forças Armadas.

Foi colocada no antigo hospital da Força Aérea, atual HFAR, e tirou depois o curso de medicina aeronáutica. Fez o internato complementar em Cirurgia Geral e obteve o grau de assistente hospitalar em 2002.

Em 2003 chefiou a equipa de saúde militar presente no exercício de avaliação tática da NATO, em Ovar, e participou em várias missões da Aliança Atlântica como "Avaliadora de Proteção da Força" em Portugal, Grécia, Turquia e Espanha.

Foi chefe do centro de Saúde da Base Aérea de Monte Real e o Centro de Medicina Aeronáutica da Força Aérea.