Governo promove militares antes das eleições

Ministério da Defesa tinha enviado em julho a lista de militares a serem promovidos este ano, Ministério das Finanças aprovou antes das eleições.

Ao todo, são 4945 militares dos três ramos das Forças Armadas (FA), Exército, Marinha e Força Aérea que são promovidos este ano, menos do que em 2018 - em dezembro desse ano foram promovidos 6830.

De acordo com a edição de hoje do jornal Correio da Manhã, o Ministério da Defesa enviou a lista de nomes a promover em julho para o Ministério das Finanças, que aprovou agora, antes das eleições. Aliás, segundo soube o DN, por norma as promoções dos ramos das Forças Armadas são aprovadas no final do ano.

No entanto, ao CM, o presidente da Associação Nacional de Sargentos das FA, referiu que estas promoções pecam por serem tardias. "Para já, consideramos que a haver promoções, apenas pecam por tardias. Delas dependem o desenvolvimento das carreiras e orçamentos familiares dos militares", disse António Lima Coelho. Sublinhando: "Não deixa de ser curioso que se saiba deste anúncio a poucas semanas das eleições. Sabemos ler as coisas. Estas promoções são mais do que justas".

O despacho conjunto agora assinado não menciona, no entanto, o número de promoções que calha a cada ramo das FA.

Desde a Troika que as promoções, que antes eram decididas pelos vários ramos das FA, têm que passar pela aprovação do Ministério das Finanças.

Exclusivos