PAN "é fundamentalista", diz Rio. PSD ignora o ambiente, acusa André Silva

Como seria de esperar, as questões do ambiente e da proteção dos animais dominaram o debate entre Rui Rio e André Silva, na RTP, nesta noite de segunda-feira. O presidente social-democrata procurou desvalorizar o papel do partido Pessoas-Animais-Natureza (PAN), que acusou de ser "fundamentalista". O líder do PAN ripostou com a ideia de que o PSD é um partido do "século passado", e sem ideias para a crise ambiental.

Rui Rio e André Silva conheceram-se nos bastidores do frente-a-frente, mas já traziam a lição estudada de casa. O líder do PSD admitiu que o PAN "é um partido aguerrido na defesa dos animais", mas ao qual faltam outras componentes. Procurava assim reduzir o partido de André Silva - que cresceu eleitoralmente nas últimas europeias e cujas sondagens apontam para que aconteça o mesmo nas legislativas de outubro - a um partido com uma única causa. Aliás, à entrada na RTP, Rio dizia que corria "noutro campeonato". O que torna "difícil" encará-lo como um potencial parceiro de apoio a um eventual governo social-democrata.

"Falar, falaríamos sempre. Depende muito das exigências. O PSD tem muitas tradições na área do ambiente, mas somos mais moderados. Seria difícil ser parceiro", disse Rio quando questionado pelo jornalista António José Teixeira sobre a possibilidade de se entender com o PAN.

André Silva também quis vincar diferenças entre os dois partidos. Durante todo o debate procurou demonstrar que o PSD não tem um programa que responda à crise ambiental. "Não são incompatíveis [PSD e PAN], mas são muito diferentes. O PSD tem uma visão da economia muito do século passado. Não há uma estratégia muito clara para a descarbonização da economia." Além disso, garantiu o líder do PAN, "o PSD há muito tempo que deixou de ser social-democrata, deslocou-se para a direita. Há um vazio tremendo no campo do centro. Está encostado às políticas do CDS".

O confronto até subiu de tom, num registo mais vivo do que tem sido habitual nos debates que já decorreram para as legislativas, quando Rio discordou da proposta do PAN para criar uma rede pública de apoio aos animais, que André Silva classificou de "bondade" para os milhares de idosos que não têm recursos para tratar dos seus cães e gatos. "Discordo do SNS para os animais. Se o idoso não tem meios o sensato é a economia desenvolver-se para isso. Vou investir num SNS para animais quando o SNS para as pessoas está como está?", questionou Rio.

Também nas medidas para descarbonizar a economia, que André Silva defendeu como necessárias e urgentes - com a criação de um superfundo ambiental, para apoiar as indústrias que sejam desmanteladas -, o presidente do PSD voltou a discordar, não da essência mas do meio para atingir esse fim. "No que concerne à descarbonização da economia convergimos na partida, mas a forma como fazemos é diferente. Agora não podemos desequilibrar a economia toda e aumentar o desemprego. Herdamos um passado", garantiu o presidente social-democrata.

Mais convergentes, embora não totalmente sintonizados, mostraram-se quanto ao aeroporto do Montijo, sobre o qual Rio admitiu que, se os estudos de impacto ambiental que faltam mostraram que prejudicam o ambiente e a população, a decisão política de avançar para a construção do aeroporto deve ser reavaliada. "Precisamos de perceber a carga de capacidade turística do país. Continuamos a defender Beja, em alternativa ao aeroporto de Lisboa, e para reduzir simetrias no interior. Com os estudos de impacto ambiental sobre o Montijo, como é que o Dr. Rui Rio ainda tem dúvidas sobre o impacto ambiental e na vida das pessoas?"

FRASES DO DEBATE

A possibilidade de entendimento entre PSD e PAN

Rui Rio

"O PAN é um partido muito aguerrido na defesa dos animais. É um partido de nicho, falta-lhe os outros componentes."

"Falar, falaríamos sempre. Depende muito das exigências. O PSD tem muitas tradições na área do ambiente, mas somos mais moderados. Seria difícil ser parceiro."

André Silva

"O PSD há muito tempo que deixou de ser social-democrata, deslocou-se para a direita. Há um vazio tremendo no campo do centro. Está encostado às políticas do CDS."

"O PSD não tem um única proposta para a proteção dos animais. Há milhares de portugueses e muitos idosos com animais que precisam de apoio. Daí uma rede pública de apoio a estes animais."

"Não são incompatíveis, mas são muito diferentes. O PSD tem uma visão da economia muito do século passado. Não há uma estratégia muito clara para a descarbonização da economia."

Rui Rio

"PSD à direita? As críticas que eu ouço é que o coloquei mais ao centro. A troika é que impôs um programa à direita."

"A primeira lei de proteção dos animais foi do PSD. Não somos é fundamentalistas. O PAN tem uma visão fundamentalista destas coisas."

"Quando eu era criança havia matilhas de cães que atacavam as pessoas. Temos uma visão parecida de respeito, mas temos é de ter bom senso."

Serviço Nacional de Saúde para animais

André Silva

"O PAN é fundamentalista? O PSD não tem um única proposta de proteção dos animais. O PAN quer criar uma rede pública de apoio aos animais e apoiar socialmente as pessoas, é uma questão de bondade."

"O PSD não tem uma proposta para uma economia do século XXI."

Rui Rio

"Discordo do SNS para os animais. Se o idoso não tem meios, o sensato é a economia desenvolver-se para isso. Vou investir num SNS para animais quando o SNS para as pessoas está como está?"

André Silva

"O PSD tem uma medida no seu programa que é pôr os idosos, após os 70 anos, a trabalhar como complemento."

Rui Rio

"O que está lá é que a pessoa, alguns anos antes de entrar na reforma, passe a trabalhar menos tempo."

Descarbonização da economia

André Silva

"Assumir e reconhecer que vivemos a principal crise dos nossos dias e tudo fazer para mitigá-la, para que até 2030 não atinjamos o ponto de não retorno."

Rui Rio

"Não concordo que o PSD não tenha uma única proposta no programa. Temos para apostar nas energias renováveis e na economia circular. Estou de acordo com o BE: não há planeta B."

"Ainda o PAN não era nascido e o PSD já andava nisto."

"Obviamente que não leu o programa [do PSD]. A gestão dos fundos turísticos tem de ser controlada. Uma das propostas é acabar com os vistos gold em Lisboa e Porto e criar no interior."

"No que concerne à descarbonização da economia, convergimos na partida, mas a forma como fazemos é diferente. Agora não podemos é desequilibrar a economia toda e aumentar o desemprego. Herdamos um passado."

Aeroporto do Montijo

Rui Rio

"Se do estudo para o aeroporto do Montijo vierem problemas inultrapassáveis, é avisado que seja reavaliada a decisão."

André Silva

"Precisamos de perceber a carga de capacidade turística do país. Continuamos a defender Beja, em alternativa ao aeroporto de Lisboa, e para reduzir simetrias no interior. Com os estudos de impacto ambiental sobre o Montijo, como é que o Dr. Rui Rio ainda tem dúvidas sobre o impacto ambiental e na vida das pessoas?"

"Relativamente à mobilidade, o principal é o transporte coletivo, que também pode ser elétrico."

Rui Rio

"Sou altamente favorável a que se vá em crescendo para carros elétricos."

André Silva

"Ando de transportes públicos e não como carne, que é um dos impactantes no ambiente."

Exclusivos

Premium

Livro

Antes delas... ninguém: mulheres que desafiaram o domínio masculino

As Primeiras - Pioneiras Portuguesas num Mundo de Homens é o livro com as biografias de 59 mulheres que se atreveram a entrar nas profissões só de homens. O DN desvenda-lhe aqui oito dessas histórias, da barrista Rosa Ramalho à calceteira Lurdes Baptista ou às 'Seis Marias' enfermeiras-paraqueditas, entre outras