William e Kate lutam contra o 'bullying' virtual

Os duques de Cambridge procuram soluções para travar o crescimento do problema

Talvez pelo facto de terem dois filhos, os príncipes George, de dois anos, eCharlotte, de seis meses, que nasceram na era das redes socias, William e Kate não estão alheios à questão do bullying virtual. Os duques de Cambridge procuram soluções juntos dos responsáveis das redes sociais mais utilizadas do mundo, tendo já pedido uma reunião, para o próximo ano, com os mesmos.

"São pais e esse papel está definitivamente a moldar as suas perceções em relação a esta questão. Por isso, querem falar e ver o que pode ser feito com os jovens que são vítimas de bullying virtual, bem como todas as formas de bullying", acrescentaram os representantes dos duques de Cambridge ao The Sunday Times.

O casal espera que o diálogo com as empresas de redes sociais seja construtivo e que reduza algumas estatísticas, como os 33% de adolescentes que afirmam já ter sido vítimas de bullying virtual, o milhão de adolescentes que sofreu a mesma situação no Facebook, no ano passado, e os 67% de jovens que consideram que serem maltratados online é um problema.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG