William conta que o filho é "barulhento, mas bonito"

O príncipe William anunciou hoje que deixará em setembro o País de Gales, altura em que termina a sua missão de piloto de helicópteros de resgate. Este anúncio foi feito numa visita durante a qual brincou sobre as dificuldades de ser um jovem pai.

William, de 31 anos, termina no próximo mês a sua missão de três anos na base da Real Força Aérea (RAF) na ilha de Anglesey, na zona oeste do País de Gales, e deverá então instalar-se definitivamente no Palácio de Kensington, em Londres, com Kate e o filho de ambos, George, nascido a 22 de julho.

"Penso que as missões de busca e salvamento na região de Snowdonia eram exigentes física e mentalmente, mas devo dizer que cuidar de um bebé de três semanas é do mesmo género", disse hoje o príncipe em Anglesey.

William, que já regressou ao trabalho após uma licença de paternidade de de duas semanas, acrescentou, sorrindo, que o seu filho é "bastante barulhento, mas muito bonito".

O duque de Cambridge deverá anunciar em breve se continuará ou não a sua carreira militar para participar em eventos oficiais que a sua avó, a Rainha Isabel II, de 87 anos, tem cada vez mais delegado.

No seu discurso, que começou em galês, William prestou homenagem à ilha onde viveu com Kate. "Ela fará muita falta aos dois quando a minha missão terminar em setembro", disse.

Durante esta visita, o príncipe recebeu muitas prendas para o filho, incluindo um cobertor e um pequeno trator.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG