Vocalista dos U2 encontra-se com Dilma Rousseff

Bono aproveitou a sua estada no Brasil para privar com a Presidente do país. O cantor lamentou o tiroteio no Rio de Janeiro, que ceifou a vida a onze crianças

Bono e os restantes elementos da banda irlandesa U2 visitaram o Palácio da Alvorada, em Brasília, onde foram recebidos por Dilma Rousseff. A Presidente do Brasil fez questão de almoçar com os músicos, que estão a preparar uma série de apresentações no país.

O vocalista dos U2, conhecido por apoiar várias causas humanitárias, apresentou as suas condolências a Dilma Rousseff a propósito do tiroteio numa escola carioca que matou 11 crianças. Bono afirmou que esse foi "um dia muito triste" para a humanidade em geral.

Depois da visita, a banda irlandesa rumou à cidade de São Paulo onde vai dar uma série de concertos. O estádio do Morumbi recebe as actuações dos U2 hoje à noite, amanhã e quarta-feira.

Exclusivos