Taylor Swift vs. Kanye West: vídeo incendeia guerra entre estrelas

Kim Kardashian divulgou vídeo da conversa telefónica entre Swift e Kanye West, no qual a cantora aprova os versos da música do rapper 'Famous. Está lançada mais uma acha para a fogueira mediática

Para compreender esta verdadeira batalha entre a dupla Kanye West/Kim Kardashian e Taylor Swift é preciso recuar um mês. Na segunda semana de junho, Kim dava uma entrevista à revista GQ. na qual revelava que a cantora tinha aprovado os versos da polémica música do marido Famous (na qual o rapper diz I feel like me and Taylor might still have sex / Why? I made that bitch famous (em português, "acho que eu e a Taylor ainda vamos fazer sexo / Porquê? Eu tornei aquela cabra famosa").

Kim Kardashian dizia ainda que tinha um vídeo da chamada telefónica entre Taylor e Kanye, vídeo esse que, alegava, os advogados da intérprete de Bad Blood tinham exigido que fosse apagado. Depois dos representantes de Taylor Swift terem emitido um comunicado, em que dizem que a sua cliente se sentiu "humilhada" com os versos de Famous, eis que chega a prova, via Snapchat, que a conversa realmente aconteceu.

Na compilação de vídeos da rede social Snapchat, divulgados este domingo por Kim Kardashian, é possível ouvir Kanye West no estúdio de gravação, a ler o verso a Taylor Swift. A cantora agradece várias vezes a "amabilidade" do rapper. West, por sua vez, diz que "as relações são mais importantes do que as punchlines". Swift explica ainda que irá falar na passadeira vermelha dos prémios Grammy sobre a música, explicando que o telefonema tinha acontecido.

Depois da divulgação dos vídeos, chegou a resposta de Taylor Swift. Nas redes sociais, a cantora publicou um texto, acompanhado da frase: "Aquele momento em que o Kanye grava o teu telefonema em segredo e a Kim publica o vídeo na internet".

"Onde está o vídeo em que o Kanye diz que me vai chamar 'aquela cabra' na música dele? Não existe porque nunca aconteceu. Não tens o direito de controlar a resposta emocional de alguém que é chamado de 'aquela cabra' em frente ao mundo inteiro. Claro que eu quis gostar da música. Quis acreditar no Kanye quando ele me disse que eu iria adorar a música. Queria que tivéssemos uma relação amigável. Ele prometeu-me que ia mostrar-me a música mas nunca o fez. Embora, no telefonema, eu quisesse apoiá-lo, não posso 'aprovar' uma música que nunca ouvi. Ser falsamente apelidada de mentirosa quando não me foi dada a conhecer a história completa ou tomei parte desta música é destruição de personalidade. Gostaria muito de ser excluída desta narrativa, uma da qual nunca pedi para fazer parte desde 2009", escreveu Swift.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG