Solidária com Kardashian, Naomi recorda o seu assalto em Paris

Naomi Campbell revelou detalhes do assalto à mão armada que sofreu na mesma cidade, em 2012

O assalto à mão armada de que Naomi Campbell foi vítima em 2012 foi tornado público nessa altura, mas só agora a modelo e atriz contou os pormenores do incidente, numa nova entrevista onde mostrou a sua solidariedade para com Kim Kardashian, também vítima de um assalto e roubo em outubro, na mesma cidade.

"Eu estou muito solidária com a Kim porque mantive o meu caso muito discreto, mas em 2012 fui atacada em Paris. Eles seguiram-me do aeroporto. Eles atacaram-me. Abriram a porta do carro onde eu estava e disseram-me: 'Naomi, vamos matar-te'", recordou Campbell no talk show da norte-americana Wendy Williams.

A supermodelo da década de 1990, que ia a caminho da casa do estilista Azzedine Alaia para um jantar, revelou que decidiu enfrentar os assaltantes, em vez de lhes entregar a sua mala. "Num segundo, tu decides se vais deixar que aquele homem te roube a mala com todos os meus passaportes, ou se vais lutar para a manter. E a minha decisão foi a de não largar a mala", contou, adiantando que foram os funcionários de uma loja perto de onde estava que intervieram, levando os assaltantes a fugir.

Sobre Kim Kardashian, Naomi frisou: "Desde logo que simpatizei com esta história e odiei ouvir todas aquelas histórias que davam conta que o seu assalto à mão armada era mentira".

Exclusivos