"Quando nos confrontamos com a morte é muito difícil"

O ator brasileiro, que está a recuperar de um cancro linfático, disse esta manhã num programa de televisão que é agora uma pessoa diferente.

Em entrevista ao programa "Mais Você", de Ana Maria Braga, Reynaldo Gianecchini admitiu que depois de nove meses de luta contra o cancro está mais maduro: "Mudei muito, não tem como não repensar as coisas, valorizar o que precisava. Percebo como o ser humano passou a ser mais especial para mim. Olho no olho da pessoa, quero ouvir. Hoje em dia é muito gostoso eu parar, olhar para a pessoa e ter esse tempo".

O ator explicou que a espiritualidade o ajudou a lutar contra o cancro. "Eu sabia que ia buscar a minha cura com o amor, com a troca. O amor é a única coisa que dá um sentido às coisas. Fui tratar com o meu espírito, saber como era essa relação com o misterioso", disse, acrescentando que retomar a sua vida "é uma consciência muito gostosa".

Agora grisalho, Gianecchini garantiu que sempre teve a certeza de que venceria o cancro. "Quando a gente se confronta com a morte é muito difícil. Um dia isso vai acontecer e eu falava que eu não queria morrer. Mas a gente tem que saber que o presente tem que ser vivido muito intensamente. Veio uma força, encarei de cara que seria um desafio passar por tudo isso", disse no programa de Ana Maria Braga, apresentadora que também já se submeteu a tratamentos contra um cancro. "Foi uma bênção, porque tudo o que passei fez-me um homem melhor", acrescentou.

O ator voltou a falar da importância de Marília Gabriela, sua ex-mulher, na sua vida. "Ela me fez um homem mais refinado, porque eu era um caipirão do interior. Ela é tão refinada, de postura elegante. Mas ensinou muita coisa, de como é legal batalhar, sempre foi um grande exemplo para mim", afirmou.

O pai, que lutou contra um cancro do pâncreas, morreu em Outubro de 2011, quando o próprio ator enfrentava o cancro. "Não sinto que o perdi, sinto que ele está aqui do meu lado a toda hora. Foi muito bom saber que o amor estava presente. Ele sempre está comigo".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG