Príncipe holandês em coma chega a Londres

O príncipe Johan Friso, segundo filho da rainha Beatriz da Holanda, que ficou gravemente ferido numa avalancha na Áustria, foi hoje transferido para Londres, onde está hospitalizado, divulgou a casa real holandesa.

"O príncipe Friso chegou hoje a Londres, o seu local de residência há vários anos", indicou a casa real, em comunicado.

"Com base em pareceres médicos, o hospital de Wellington foi o escolhido" para receber o príncipe no seu atual estado de saúde, referiu a mesma nota informativa.

"Londres oferece igualmente aos filhos do príncipe as melhores perspetivas de estabilidade e continuidade", sublinhou ainda a casa real.

Johan Friso, de 43 anos, foi apanhado no passado dia 17 de fevereiro por uma avalancha na estância turística de Lech (oeste da Áustria) e esteve soterrado cerca de 20 minutos.

Após ter sido reanimado no local, o príncipe foi transportado de helicóptero para o hospital universitário de Innsbruck (oeste).

No passado dia 24 de fevereiro, o responsável da unidade de cuidados traumatológicos do hospital, Wolfgang Koller, admitiu que Johan Friso poderá nunca recuperar a consciência.

O príncipe Johan Friso é o segundo filho da rainha Beatriz e irmão do príncipe herdeiro Guilherme Alexandre. Casou-se em 2004 com Mabel Wisse Smit. Pai de duas raparigas, Luana, de seis anos, e Zaria, de cinco anos, vive com a família em Londres.

O governo holandês não autorizou o casamento de Johan Friso e oficialmente o príncipe já não pertence à casa real holandesa e não está na linha de sucessão ao trono. Mantém o título de "príncipe de Orange-Nassau".

Estudou engenharia mecânica em Berkeley (Estados Unidos), e depois em Delft, perto de Haia, onde obteve o diploma de engenheiro em 1994.

Outras Notícias

Outros conteúdos GMG