Presidente da Câmara de Cascais responde a Bárbara Norton de Matos

Presidente da câmara municipal de Cascais, Carlos Carreiras, respondeu a Bárbara Norton de Matos. Em causa está a publicação da atriz sobre uma multa de estacionamento.

Está instaurada a polémica entre Carlos Carreiras e Bárbara Norton de Matos. O edil cascalense respondeu, pelo Facebook, à atriz que, esta terça-feira, havia publicado uma fotografia de um agente da polícia municipal a preencher uma multa de estacionamento na sua página de Facebook. O pai da atriz, o treinador Luís Norton de Matos, também terá estado envolvido na situação

"Estacionar à frente da escola onde levo a minha filha diariamente, grávida de quase 9 meses (...), fui comprar uma garrafa de água no café em frente, onde estive poucos minutos (...) quando observei a chegada do carro da Polícia Municipal de Cascais. Saí do café o mais apressadamente que o meu estado atual permite quando vi um polícia (...), os meus argumentos nada valeram. Indiferença e ar de gozo a passar a multa", podia-se ler na publicação de Bárbara Norton de Matos no seu Facebook.

Os comentários à fotografia e ao texto foram, na sua maioria, depreciativos para com o agente da Polícia Municipal de Cascais, chegando a haver pessoas a nomear os agentes de "sacanas" ou "tristes". Hoje, Carlos Carreiras respondeu pela mesma rede social. Num longo comunicado, o presidente da câmara do concelho - cargo que exerce desde 2011 - adjetivou as declarações de Bárbara Norton de Matos de "caluniosas".

"A notícia em referência é caluniosa e não corresponde de todo à verdade no que se refere ao alegado comportamento impróprio do Agente da Polícia Municipal", começou por frisar Carreiras. "A viatura autuada encontrava-se estacionada (...) em local destinado em exclusivo à paragem de veículos de transporte de crianças (...) estando nesse momento um miniautocarro de transporte de crianças parado na faixa de rodagem a aguardar a oportunidade para estacionar corretamente nesse local", continuou.

Carlos Carreiras foi mais longe e referiu ainda que o pai da atriz, o treinador Luís Norton de Matos (que se encontra ao serviço do União da Madeira), insultou o agente que estava a passar a multa enquanto Bárbara o fotografava sem autorização.

"Aproximou-se a condutora da referida viatura [Bárbara Norton de Matos] proveniente de um café nas imediações, a qual estava acompanhada pelo seu pai. Este, de imediato, dirigiu-se ao Agente da Polícia Municipal em modos agressivos e impróprios, tendo-lhe mesmo chamado ladrão. De seguida, sem prévio consentimento, fotografou o Agente em pleno exercício das suas funções enquanto dizia "Já está! Vai já para o Facebook!"".

Com a multa já colocada no pára-brisas da viatura, Carreiras contou que Luís Norton de Matos pegou no aviso da contraordenação e "rasgou-o em vários pedaços", reforçando que o agente "optou por não reagir aos insultos continuando a desempenhar a sua missão de forma serena e educada".

No final, Carlos Carreiras frisou que "cada cidadã, ou cidadão, não têm mais direitos ou menos obrigações, caso tenham mais ou menos notoriedade pública por via das suas profissões. Nenhuma cidadã, ou cidadão, seja qual for a sua profissão não têm o direito de desqualificarem, ou desconsiderarem qualquer outra cidadã, ou cidadão".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG