Oprah não queria "fazer acusações contra a Suíça"

A estrela da TV americana, que disse recentemente ter sido alvo de racismo numa loja de luxo suíça, garantiu agora que "não queria fazer acusações contra aquele país" e não exigia quaisquer desculpas.

A rainha da televisão americana afirmara há dias numa entrevista a Larry King que uma empregada de uma loja de luxo em Zurique recusara mostrar-lhe uma mala em pele de rcocodilo, garantindo ser demasiado cara para ela. Na televisão, Oprah dissera então ter sido alvo de racismo. O Turismo Suíço apresentou entretanto as suas desculpas à apresentadora, enquanto a dona da loja preferiu falar num "mal entendido".

"Este incidente na Suíça foi apenas isso, um incidente na Suíça. Lamento que a história tenha assumido tais proporções", afirmou Oprah em Los Angeles, durante a estreia de 'O Mordomo'.

Oprah, cuja fortuna está avaliada em 2,8 mil milhões de dólares pela revista 'Forbes', disse ainda lamentar "ter dito que foi na Suíça".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG