Veronica Lario exige 36 milhões de euros a Berlusconi

A segunda ex-mulher do antigo primeiro ministro de Itália Silvio Berlusconi não está satisfeita com a sentença de divórcio emitida em dezembro. Veronica Lario exige, agora, ser beneficiada com uma pensão anual de 36 milhões de euros.

De acordo com os meios de comunicação social italianos, os advogados de Veronica Lario, segunda ex-mulher de Silvia Berlusconi, já apresentaram recurso no tribunal de Milão, Itália, para que seja revista a decisão final do divórcio que foi emitida em dezembro do ano passado.

No passado dia 19 de março, os advogados de Berlusconi haviam interposto o recurso contra a sentença de divórcio, que elevava o pagamento da pensão anual a Veronica Lario para 36 milhões de euros anuais. Os advogados alegaram que este valor era "fora de toda a lógica".

Antes de recorrer da decisão, a ex-mulher do antigo primeiro ministro italiano tentou entrar em acordo com Silvio Berlusconi e apresentou como proposta o pagamento de 300 mil euros por mês e um extra de sete milhões de euros.

O Tribunal de Milão determinou que Berlusconi deveria pagar três milhões de euros por mês para permitir a Lario, de 56 anos, manter o mesmo nível de vida que tinha durante o casamento.

Este é um novo episódio do já duradouro processo de divórcio que teve início em maio de 2009. Foi neste ano, recorde-se, que Veronica Lario viu serem publicadas na imprensa italiana uma série de fotografias em que o político aparecia na festa do 18º. aniversário da jovem Noemi Letizia, que se dirigiu a Silvio Berlusconi com o apelido de "papi".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG