Pai de Lindsay Lohan relata primeira overdose da filha

Atualmente a cumprir um programa de desintoxicação ordenado por um tribunal norte-americano, a dependência de Lindsay já vem de longe.

Segundo Michael Lohan, o primeiro contacto da atriz com substâncias ilícitas ocorreu aos 18 anos.

O traumático episódio teve lugar nas gravações da comédia romântica "Que sorte a minha!", em 2005. "A Lindsay estava a filmar em Nova Orleães e eu recebi uma chamada a dizer que ela tinha tido sofrido uma overdose de cocaína", revelou o pai da jovem numa entrevista ao site de celebridades AceShowBizz. "Um dos assistentes dela deu-lhe a droga. Eu fiquei tão furioso que fui buscar uma arma a casa e planeei ir a Nova Orleães matá-lo", acrescentou.

O plano do pai da atriz acabou por não se concretizar, já que sofreu um acidente de carro a caminho do aeroporto e ficou preso durante um ano por conduzir embriagado.

Lindsay encontra-se numa clínica de reabilitação, pela sexta vez, e o seu pai teme que a solução não seja definitiva: "Se tiver uma recaída, acho que será o fim dela em Hollywood. (...) As probabilidades de alguém reincidir depois de um tratamento num centro são cerca de 97% (...). Mas com o apoio da família espero que ela ultrapasse isto".

Michael Lohan também já foi dependente de cocaína e que trabalha, atualmente, como conselheiro numa clínica de reabilitação.

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG