Leah Michele dá primeira entrevista após morte de Cory

Quatro meses após o ator canadiano ter sido encontrado sem vida num quarto de hotel, a sua namorada falou pela primeira vez sobre a sua perda, num programa de televisão.

"Se sorrires dizem 'Ela está tão contente!' e se estiveres triste comentam 'Ela está terrível'. É muito difícil", desabafou a protagonista da série Glee, de 27 anos, no The Ellen Degeneres Show.

Revelando que tem sido difícil fazer o seu luto, com os paparazzi sempre a segui-la, Lea Michele deu a sua primeira entrevista a Ellen Degeneres, depois do seu namorado e colega da série norte-americana ter sido encontrado, sem vida, num quarto de hotel por overdose de álcool e heroína.

"Tem sido um ano muito duro, mas tenho estado rodeada de pessoas maravilhosas e de uma ótima família", contou a estrela de Glee, cujos pais se mudaram de Nova Iorque para Los Angeles, de forma a apoiá-la neste delicado momento. "Ainda estou a tentar perceber tudo isto (...) mas estou a tentar dar o meu melhor, por ele", continuou.

A atriz, que acaba de lançar o seu single, Cannonball, admitiu ainda ter pedido ao produtor e criador de Glee, Ryan Murphy para regressar ao trabalho. "Disse-lhe: 'Tenho que voltar ao trabalho'", recordou, prosseguindo: "Eles são a minha família. E existe esta dor que te segue todos os dias, independentemente do que estás a fazer, e eu prefiro estar a trabalhar, com as pessoas que adoro e que estão a passar pelo mesmo que eu".

Mais Notícias

Outros conteúdos GMG