Jennifer Lopez canta os parabéns a ditador

J.Lo visitou o Turquemenistão no sábado, dia 29 de junho, e cantou para o Presidente do país. A "Human Rights Watch" criticou a artista que já veio dizer que desconhecia os atos de Gurbanguly.

Lopez organizou um concerto especial no dia do aniversário de Gurbanguly Berdimuhamedow, o Presidente do Turquemenistão, e terminou a sua atuação dirigindo-se amigavelmente ao político: "Muitos parabéns, Senhor Presidente".

A ONG americana, "Human Rights Watch", rapidamente se mostrou revoltada com a atitude de Jennifer, visto que considera o governo do Turquemenistão um dos mais ditatoriais do mundo. O Presidente é conhecido por promover uma censura extrema, repressão étnica, tortura, entre outros.

Em resposta às duras críticas, o agente da cantora sublinhou que" se houvesse conhecimento de problemas com direitos humanos de qualquer tipo, a Jennifer jamais teria comparecido".