Nigella Lawson acusada de mentir à polícia sobre drogas

Chef voltou esta quinta a tribunal e frisou que "não se orgulha" de ter consumido cocaína sete vezes.

Nigella Lawson foi acusada em tribunal, na manhã desta quinta-feira, de "mentir" à polícia em outubro sobre o seu consumo de drogas, mas voltou a frisar que não é viciada em cocaína, como frisou publicamente o seu ex-marido há uma semana.

A chef britânica, que só ontem confessou ter consumido cocaína sete vezes em duas fases da sua vida, do que "não se orgulha", acrescentou que prefere ser "honesta e sentir vergonha" do que "sofrer bullying de mentiras" por parte do ex marido Charles Saatchi.

Nigella esteve presente pelo segundo dia no Tribunal de Isleworth, Londres, para o processo que moveu contra as suas ex assistentes Francesca e Elisabetta Grillo, acusadas de burla em 360 mil euros.

"Nigella não foi sincera com as autoridades, contou uma mentira", disse Karina Arden, advogada das irmãs Grillo. "O que disse foi que a acusação de que eu seria viciada em cocaína não era verdade, até determinado ponto", respondeu a chef. O julgamento vai continuar nas próximas semanas.

Exclusivos