Jennifer Lawrence livrou-se do seu Óscar

A jovem que ganhou a estatueta de Melhor Atriz, pelo seu papel em 'Guia Para Um Final Feliz', sentia-se Incomodada com a "estranha energia" do Óscar e por isso deixou-a em casa dos pais.

"Se alguém vier à minha casa, não quero lembrá-los de que ganhei o Óscar. Isso gera uma estranha energia", explicou Lawrence ao programa de entretenimento 'Access Hollywood'. "Os meus pais levaram-no para o Kentucky, porque eu sentia-me esquisita ao tê-lo em exposição na minha casa", acrescentou.

A atriz,que também arrecadou o Globo de Ouro pelo mesmo papel, prepara-se agora para voltar a bater recordes de bilheteiras com um dos filmes mais aguardados do ano, Hunger Games: Catching Fire (o segundo da saga), no qual é protagonista ao lado de Liam Hemsworth e Josh Hutcherson.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Rosália Amorim

"Sem emoção não há uma boa relação"

A frase calorosa é do primeiro-ministro António Costa, na visita oficial a Angola. Foi recebido com pompa e circunstância, por oito ministros e pelo governador do banco central e com honras de parada militar. Em África a simbologia desta grande receção foi marcante e é verdadeiramente importante. Angola demonstrou, para dentro e para fora, que Portugal continua a ser um parceiro importante. Ontem, o encontro previsto com João Lourenço foi igualmente simbólico e relevante para o futuro desta aliança estratégica.

Premium

Diário de Notícias

A ditadura em Espanha

A manchete deste dia 19 de setembro de 1923 fazia-se de notícias do país vizinho: a ditadura em Espanha. "Primo de Rivera propõe-se governar três meses", noticiava o DN, acrescentando que, "findo esse prazo, verá se a opinião pública o anima a organizar ministério constitucional". Explicava este jornal então que "o partido conservador condena o movimento e protesta contra as acusações que lhe são feitas pelo ditador".