Jennifer caiu nos Óscares porque pensava em... bolo

A atriz confessou à revista 'W' que a verdadeira razão pela qual caiu no ano passado na escadaria do Dolby Theatre foi estar distraída "a pensar em bolo".

Que se desengane quem pensa que Lawrence caiu porque se deixou levar pelos nervos no momento em que subiu ao palco. "Eu estava nos Óscares, à espera para ouvir se chamavam o meu nome, e não parava de pensar 'Cakewalk, cakewalk, cakewalk'. E pensei 'Mas porque é que tenho a palavra cakewalk na cabeça?'. E depois, quando comecei a subir as escadas e o vestido ficou preso debaixo dos meus pés, é que me lembrei do que o meu estilista me tinha dito, 'Kick, walk, kick, walk'. É suposto chutarmos o vestido enquanto andamos e eu esqueci-me completamente porque estava a pensar em bolo! Foi por isso que eu caí", contou.

A vencedora do Óscar de Melhor Atriz pelo seu papel em Guia para um Final Feliz é uma das protagonistas da edição especial de cinema da revista W que elege, este mês, as seis maiores estrelas de 2013 e coloca nas bancas seis capas distintas. Para além de Jennifer, os escolhidos foram Matthew McConaughey, Amy Adams, Cate Blanchett, Oprah Winfrey e Lupita Nyong'o.

Ler mais

Exclusivos

Premium

João Gobern

País com poetas

Há muito para elogiar nos que, sem perspectivas de lucro imediato, de retorno garantido, de negócio fácil, sabem aproveitar - e reciclar - o património acumulado noutras eras. Ora, numa fase em que a Poesia se reergue, muitas vezes por vias "alternativas", de esquecimentos e atropelos, merece inteiro destaque a iniciativa da editora Valentim de Carvalho, que decidiu regressar, em edições "revistas e aumentadas", ao seu magnífico espólio de gravações de poetas. Originalmente, na colecção publicada entre 1959 e 1975, o desafio era grande - cabia aos autores a responsabilidade de dizerem as suas próprias criações, acabando por personalizá-las ainda mais, injectando sangue próprio às palavras que já antes tinham posto ao nosso dispor.