Estudante de Medicina lusodescendente no Miss Universo em Miami

Patrícia da Silva, de 24 anos, nascida na Suíça e filha de pais portugueses, vai representar Portugal no conceituado concurso de beleza.

Um metro e setenta e sete centímetros de altura, 62 centímetros de cintura e 88 de anca. Foram estas as medidas que valeram a Patrícia da Silva a possibilidade de representar Portugal na 63.ª edição do concurso Miss Universo. A final é no domingo, em Miami, nos EUA, mas Patrícia vai ter de mostrar já a partir de amanhã o que vale, durante as primeiras provas do certame.

Aos 24 anos, a luso-suíça - que é natural de Gossau e filha de portugueses - irá desfilar na Arena da Universidade Internacional da Florida, onde disputará a emblemática coroa de Miss Universo. "Vou dar o meu melhor para poder representar Portugal na Miss Universo", declarou a jovem em entrevista ao WTV, plataforma de gestão de Canais e Conteúdos na internet.

A lusodescendente, que vai representar as cores da bandeira nacional além-fronteiras, encontra-se já na Florida, onde irá viver aquele que, segundo diz, será um dos momentos mais "enriquecedores" do seu percurso enquanto miss, onde irá dividir a passarela com candidatas de 88 países.

Leia mais no e-paper do DN.

Ler mais

Exclusivos

Premium

Saúde

Empresa de anestesista recebeu meio milhão de euros num ano

Há empresas (muitas vezes unipessoais) onde os anestesistas recebem o dobro do oferecido no Serviço Nacional de Saúde para prestarem serviços em hospitais públicos carenciados. Aquilo que a lei prevê como exceção funciona como regra em muitas unidades hospitalares. Ministério diz que médicos tarefeiros são recursos de "última instância" para "garantir a prestação de cuidados de saúde com qualidade a todos os portugueses".